Mapeamento da produção e das estruturas de pesquisa sobre determinantes sociais da saúde no Brasil

Mapeamento da produção e das estruturas de pesquisa sobre determinantes sociais da saúde no Brasil

Resumo

Este artigo descreve as tendências na produção de pesquisa sobre os determinantes sociais da saúde (DSS) no Brasil (2005-2012) e mapeia as estruturas do sistema de pesquisa sobre saúde e seus determinantes sociais. O país tem um sólido sistema nacional de pesquisa e conta com uma rica produção sobre DSS e suas iniquidades ancoradas em uma longa tradição de pesquisa e compromisso político nesse campo. Apesar das estratégias inovadoras que buscam fortalecer os vínculos entre pesquisa, políticas e práticas, o impacto da investigação sobre DSS continua a ser em grande parte restrito à comunidade acadêmica, com repercussões notáveis, mas ainda insuficientes sobre a política pública e os determinantes sociais das iniquidades em saúde. Portanto, a pesquisa sobre DSS no Brasil necessita tornar-se ainda mais sensível às urgências sociais e desenvolver uma melhor sintonia com os processos políticos, aumentando a sua capacidade de influenciar decisões estratégicas que possam afetar as iniquidades em saúde e mobilizar agendas para a promoção da equidade.

 

Mais a respeito LEIA AQUI

 

Fonte:

Borde E, Akerman M, Pellegrini Filho A. Mapping of capacities for research on health and its social determinants in Brazil. Cad Saúde Pública [periódico na internet]. 2014 [acesso em 02 dez 2014];30(10): 2081-2091. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2014001002081&lng=en.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00162513.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*