Violência e desigualdade racial

Foto: Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil

A população negra (indivíduos pretos e pardos) é o principal alvo do desrespeito aos direitos constitucionais e da violência no Brasil. De acordo com o Atlas da Violência 2020, divulgado em agosto pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o assassinato de negros aumentou 11,5% em 10 anos (de 2008 a 2018). Para cada pessoa não negra assassinada em 2018, 2,7 negros foram mortos, representando 75,7% das vítimas. Especialistas envolvidos no estudo avaliam que os números deixam evidente o racismo estrutural que persiste no país e consideram a desigualdade social o ponto chave para a violência letal no Brasil.

A apresentadora Yasmine Saboya conversa com a socióloga e coordenadora do Programa de Direitos Humanos do Ceafro – Programa de Educação para a Igualdade Racial e de Gênero do Centro de Estudos Afro-Orientais, da Universidade Federal da Bahia (CEAO/UFBA), Vilma Reis; com o coordenador de projeto do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), David Marques; e com o sociólogo e coordenador do Núcleo de Cultura e Direitos Humanos XI de Agosto da Uneafro Brasil, Wellington Lopes sobre o tema.

 

*Programa Exibido em 17/09/2020

Por Canal Saúde

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*