Por que os ODS são tão abrangentes em comparação com os ODM, os quais eram muito específicos?

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com 169 metas, são mais amplos em seu alcance e vão além dos ODM, abordando as causas originárias da pobreza e as necessidades universais para o desenvolvimento. Os Objetivos abordam as três dimensões do desenvolvimento sustentável: crescimento econômico, inclusão social e proteção ambiental. Baseados no sucesso e no momento político dos ODM, os novos Objetivos Globais são mais abrangentes e ambiciosos, com vistas a abordar questões como desigualdade, crescimento econômico, trabalho decente, cidades e assentamentos humanos, industrialização, oceanos, ecossistemas, consumo e produção sustentáveis, paz e justiça.

Os novos Objetivos são universais e aplicam-se a todos os países, enquanto os ODM foram direcionados somente para ações em países em desenvolvimento. Uma característica central dos ODS é a grande ênfase nos meios de implementação – a mobilização de recursos financeiros, desenvolvimento de capacidades e tecnologia, bem como a geração de dados e fortalecimento de instituições. Os novos Objetivos reconhecem que combater a mudança global do clima é essencial ao desenvolvimento sustentável e a erradicação da pobreza. O ODS 13 visa à promoção de uma ação urgente para combater a mudança do clima e seus impactos.

Fonte: Plataforma Agenda 2030